Go to the content
Colabore com a casa
or

 Go back to Notícias
Full screen Suggest an article

A Juventude da Casa do Caminho leva seu carinho aos idosos

March 22, 2017 18:08 , by Redação CDC - 1One comment | No one following this article yet.
Viewed 97 times

Photo 2017 03 22 14 34

 Como podemos praticar a caridade?

De inúmeras formas. Entretanto, não parece suficiente falar e ensinar a prática da caridade dentro de salas. Nada é mais enriquecedor do que vivenciá-la em sua plenitude.

Como parte do Programa da Evangelização Infantojuvenil da Casa do Caminho, cujo tema central do ano de 2016 foi "O Evangelho de Jesus e as suas práticas nos dias de hoje", a Juventude colocou a mão na massa e o pé na estrada e foi visitar os idosos.

Baseado no subtema trabalhado na unidade: "Respeito à vida como processo de evolução do homem", o capítulo do Evangelho Segundo o Espiritismo, Bem Aventurados os Misericordiosos, foi cuidadosamente abordado nas atividades de sala. Para consolidar os assuntos desenvolvidos, organizamos uma atividade externa a alguns asilos de idosos em Salvador.

Em outubro, mês de aniversário da Casa do Caminho e “aniversário” de nascimento de Allan Kardec e São Francisco de Assis, a juventude da Casa saiu a semear o aprendizado em sala no terreno fértil da prática do amor ao próximo. Cada uma das turmas da juventude visitou um asilo diferente e, para isso, se prepararam durante semanas, organizando atividades, confeccionando lembranças para presenteá-los e arrecadando mantimentos e materiais de higiene para doar às instituições.

1

Naquela tarde única, os jovens realizaramjunto com os idosos jogos de tabuleiro e cartas, promoveram um “dia de beleza”, arrumando unhas e cabelos das senhorinhas, cantaram músicas, leram trechos de mensagens evangélicas.

Distribuíram muitos mimos e carinhos ao idosos com quem interagiram, ouviram, conversaram, brincaram... Mas, também, receberam dos velhinhos depoimentos com experiências de vida únicas, palavras de sabedoria, reflexões sobre a finitude da vida e muito afeto. A experiência de todos foi cativante e jamais será esquecida!

Entretanto, para além do contexto material, a caridade mais importante foi – e quase sempre será – a doação de tempo, de um ouvido atento, de um sorriso no rosto e um toque afetuoso. Trocas mútuas de experiências tão ricas, que não possibilita descriminar quem foram os beneficiados e quem foram os benfeitores.

 2

"Quem é aquela senhora de ar distinto, de trajes simples mas bem cuidados, seguida de uma jovem que também se veste modestamente? Entra numa casa de aspecto miserável, onde sem dúvida é conhecida, pois à porta é saudada com respeito. Para onde vai? Sobe até a água furtada: lá vive uma mãe de família, rodeada pelos filhos pequenos. À sua chegada, a alegria brilha naqueles rostos emagrecidos. É que ela vem acalmar todas as suas dores. Traz o necessário, acompanhado de suaves e consoladoras palavras, que fazem aceitar a ajuda sem constrangimentos, pois esses infortunados não são profissionais de mendicância. 

            (...)Não lhes pergunta pela crença nem pelas opiniões, porque, para ela, todos os homens são irmãos e filhos de Deus. (...) Qual é o seu nome? Onde mora? Ninguém o sabe. Para os infelizes, tem um nome que não revela a ninguém, mas é o anjo da consolação. (...) Por que se faz acompanhar da filha adolescente? Para lhe ensinar como se deve praticar a beneficência. A filha também quer fazer a caridade, mas a mãe lhe diz: “Que podes dar, minha filha, se nada tens de teu? Se te entrego alguma coisa para dares aos outros, que mérito terás? Serei eu, na verdade, quem farei a caridade, e tu quem terás o mérito? Isso não é justo. Quando formos visitar os doentes, ajudar-me a cuidar deles, pois dar-lhes cuidados é dar alguma coisa. Isso não te parece suficiente? Nada mais simples: aprende a fazer costuras úteis, e assim confeccionarás roupinhas para essas crianças, podendo dar-lhes alguma coisa de ti mesma”. É assim que esta mãe verdadeiramente cristã vai formando sua filha das virtudes ensinadas pelo Cristo. É espírita? Que importa?"

(Infortúnios ocultos/ Evangelho segundo o Espiritismo/ Allan Kardec)

 

 


This article's tags: 2016 Idosos caridade evangelização

0no comments yet

Post a comment

The fields are mandatory.

If you are a registered user, you can login and be automatically recognized.