Go to the content
Colabore com a casa
or

Full screen

Orientações para a Cirurgia Espiritual

May 18, 2014 0:09 , by Vicente Aguiar - 0no comments yet | No one following this article yet.
Viewed 3859 times

"-   Crês que posso curar-te?

-   Eu creio, Senhor.

-   Então, que seja feito segundo tua fé."

        Jesus (Mateus, IX, 27-28)

 

Leia com atenção

Baixe o arquivo completo: Operação_invisível_domiciliar___Curas.pdf

Desde três dias antes da operação você deverá:

1 - Preparar-se pela boa leitura, bons pensamentos, boas palavras.

2 - Evitar  aborrecimentos, discussões, atividades estressantes e estafantes, programas televisivos de conteúdo erótico ou violento.

3 - Abster-se de sexo, fumo, álcool ou outras substâncias tóxicas, carne vermelha e aves, vísceras, embutidos (calabresa, presunto, salames, salsichas, etc.), comida pesada ou muito condimentada em geral.

4 - No dia da operação você deverá vir à CASA trajando roupas simples e confortáveis (evitar roupas curtas, transparentes, muito justas e decotadas e de cores fortes ou escuras).

5 - Evitar o uso de perfume forte, inclusive desodorante.

6 - Trazer uma garrafa de água potável (filtrada ou mineral sem gás) para ser fluidificada pelos espíritos.

7 - Assistir à Reunião Doutrinária com atenção e refletir sobre seu tema.

8 - Durante a operação, você deverá: manter-se em prece, pedir a assistência dos bons espíritos, do seu anjo da guarda, mentalizar o Espírito operador e sua equipe e confiar no trabalho deles.

9 - Após a operação, cumprir rigorosamente as prescrições e orientações do Espírito operador, bem como as instruções do folheto Orientações ao paciente em cirurgia.

10 - Nos dias seguintes à operação, comportar-se como se tivesse feito uma cirurgia física, repousando o possível e evitando fazer grandes esforços.

 

Assistir Reuniões Doutrinárias e realizar o Culto do Evangelho no Lar, auxilia no sucesso do tratamento.                                                                       

 

Curas*

E curai os enfermos que nela houver e dizei-lhes: "É chegado a vós o reino de Deus".  Jesus (Lucas, X, 9)

 Realmente, Jesus curou muitos enfermos e recomendou-os, de modo especial, aos discípulos. Todavia, o Médico Celestial não se esqueceu de requisitar ao Reino Divino quantos se restauram nas deficiências humanas

Não nos interessa apenas a regeneração do veículo em que nos expressamos, mas, acima de tudo, o corretivo espiritual.

Que o homem comum se liberte da enfermidade, mas é imprescindível que entenda o valor da saúde. Existe, porém, tanta dificuldade para compreendermos a lição oculta da moléstia no corpo, quanta se verifica em assimilarmos o apelo ao trabalho santificante que nos é endereçado pelo equilíbrio orgânico.

Permitiria o Senhor a constituição da harmonia celular apenas para que a vontade viciada viesse golpeá-la e quebrá-la em detrimento do espírito?

O enfermo pretenderá o reajustamento das energias vitais, entretanto cabe-lhe conhecer a prudência e o valor dos elementos colocados a sua disposição na experiência edificante da Terra.

Há criaturas doentes que lastimam a retenção no leito e choram aflitas, não porque desejem renovar concepções acerca dos sagrados fundamentos da vida, mas por se sentirem impossibilitadas de prolongar os próprios desatinos.

É sempre útil curar os enfermos, quando haja permissão de ordem superior para isto, contudo, em face de semelhante concessão do Altíssimo, é razoável que o interessado na bênção reconsidere as questões que lhe dizem respeito, compreendendo que raiou para seu espírito um novo dia no caminho redentor. 

 _____________________

 * Do livro Pão nosso,  do espírito Emmanuel, psicografado por Francisco Cândido Xavier, editado pela FEB.                              

 

 

 


This article's tags: cirurgia

0no comments yet

Post a comment

The fields are mandatory.

If you are a registered user, you can login and be automatically recognized.