Go to the content
Colabore com a casa
or

 Go back to Notícias
Full screen Suggest an article

Aproveite o mês do Espíritismo e conheça a Doutrina com linguagem ainda mais acessível!

April 30, 2021 17:49 , by Redação CDC - 0no comments yet | No one following this article yet.
Viewed 91 times
 Slide1
 

 

Aproveite o mês do Espíritismo para conhecer a Doutrina com linguagem ainda mais acessível!

E lá se foi abril...

Dedicamos o mês inteirinho para celebrar o surgimento do Espiritismo com conteúdos sobre a história, seus fundadores e, principalmente, sobre o Pentateuco Espírita. As cinco obras básicas - O Livro dos Espíritos, O Livro dos Médiuns, O Evangelho Segundo o Espiritismo, O Céu e o Inferno e A Gênese - fundamentam a doutrina espírita.
Da tradução para o português, a mais conhecida é a de Salvador Gentile. Hoje, porém, já temos outras traduções com linguagem menos rebuscada, mais acessível e, por isso, de melhor compreensão.
 
Slide2 

Na Livraria da Casa, é possível encontrar, por exemplo, o Pentateuco com a tradução de Cláudio Damasceno Ferreira Júnior. Com certeza a nova edição de Cláudio Damasceno mais moderna e de leitura ainda mais fácil pode ser uma excelente opção para estimular o Evangelho no lar em família e o aprofundamento do conhecimento sobre a proposta do Espiritismo.

 
Ah! Pode, ainda, ser uma excelente forma de presentear alguém que esteja necessitando de uma leitura com boa mensagem para contribuir com a compreensão sobre o mundo e sua própria vida.
 
 
Quem é Cláudio Damasceno Ferreira Júnior?
 
Trabalhador voluntário na Doutrina Espírita em Porto Alegre - RS há muitos anos, coordenador de grupos de desenvolvimento mediúnico e desobsessão que sensibilizou-se com os comentários de diversos voluntários sobre a dificuldade de compreender o Evangelho. Muitos argumentavam que a linguagem era difícil e ler as obras de Kardec era muito complicado.
Motivado pela situação, abraçou a proposta de traduzir o pentateuco, as obras fundamentais da Doutrina Espírita, mantendo-se fiel à mensagem original dos Espíritos e aos comentários de Allan Kardec. Ao final de cada capítulo acrescentou comentários para facilitar ainda mais o entendimento de certas palavras e e parábolas utilizadas no tempo de Jesus Cristo.
Seu objetivo era facilitar o entendimento de quem, mesmo não familiarizado com o ato de ler, pudesse compreender os ensinamentos das obras.
Foram mais de 04 anos de dedicação, contando com a contribuição de outros trabalhadores da seara espírita.
Os direitos autorais foram doados a um centro espírita em Porto Alegre - RS.
 
 
Para adquirir essas e outras obras, acesse o link da Livraria Virtual da Casa do Caminho- PAE abaixo:
 
 

 

"Allan Kardec - (...)Para as pessoas fúteis, que nada querem aprofundar, esse fenômeno era um passatempo, um divertimento que abandonaram quando dele se aborreceram; são pessoas com as quais a ciência não conta.

O período de curiosidade teve seu tempo; sucedeu-lhe o da observação. O Espiritismo entrou, então, no domínio da gente séria, que não o toma como objeto de divertimento, mas, sim, como meio de instruir-se.

Porém, essas pessoas que o consideram como coisa grave, não se prestam a qualquer experiência de curiosidade, e ainda menos a satisfazer a daqueles que se apresentam com pensamentos hostis; como não brincam, não se prestam a servir de brinquedo para os outros; eu pertenço a esse número.

Visitante — No entanto, somente a experiência pode convencer, mesmo aquele que, em começo, seja movido pela curiosidade.

Se só trabalhais na presença de pessoas convictas, deixai que vos diga, ensinais a quem já sabe.

A. K. — Uma coisa é estar convencido e outra estar disposto a convencer-se; é aos desta última classe que me dirijo, e não aos que julgam humilhação vir escutar o que eles chamam ilusões. Com estes eu não me ocupo, absolutamente.

Quanto aos que manifestam sincero desejo de esclarecer-se, o melhor modo que têm, para prová-lo, é mostrar perseverança; são reconhecidos por outros sinais que não apenas o desejo de ver uma ou duas experiências: esses querem trabalhar seriamente.

A convicção só se adquire com o tempo, por meio de uma série de observações feitas com um cuidado todo particular.

Os fenômenos espíritas diferem essencialmente dos das ciências exatas: não se produzem à vontade; é preciso que os colhamos de passagem; é observando muito e por muito tempo que se descobre uma porção de provas que escapam à primeira vista, sobretudo, quando não se está familiarizado com as condições em que se pode encontrá-las, e ainda mais quando se vem com o espírito prevenido

(O que é Espiritismo, Allan Kardec/ Diálogo com o Crítico).

 

 


0no comments yet

Post a comment

* field is mandatory

If you are a registered user, you can login and be automatically recognized.