Go to the content
Colabore com a casa
or

 Go back to Notícias
Full screen Suggest an article

Fechamos abril em alto estilo com Ricardo Carvalho e Marcelo Góes!

May 6, 2019 12:05 , by Redação CDC - 0no comments yet | No one following this article yet.
Viewed 44 times

Ricardo montagem1

Fechamos abril em alto estilo com Ricardo Carvalho e Marcelo Góes

 

Como parte da celebração dos 162 anos de lançamento de O Livro dos Espíritos, Ricardo Carvalho esteve na Casa do Caminho, no último dia 30, para falar de forma brilhante sobre o seu autor: Allan Kardec.
A noite em homenagem a esse iluminado espírito que passou pela Terra, foi aberta por Marcelo Góes que proporcionou, a todos os presentes, a harmonia e sintonia necessárias, com uma boa música tocada ao piano. Acalmou os corações agitados dos desafios diários, com músicas clássicas e contemporâneas, além da sua interpretação pessoal do hino da Casa do Caminho.
 
Photo5078290625970940368
 
Ricardo Carvalho que é historiador, Mestre, professor de História, produz aulas de História em vídeo para alguns programas de televisão e tem uma longa trajetória como palestrante espírita, foi o responsável pela explanação da noite. Entusiasmado com a missão de Hippolyte Léon Denizard Rivail, ou como muitos o conhecem, Allan Kardec, Ricardo Carvalho foi capaz de nos transportar no tempo, para recompor a vida desse ser humano que pensava à frente do seu tempo. 
 
Ricardo montagem2
E fez isso de forma especial, contando histórias tocantes sobre sua própria vida, como conhecer o sofrimento, pobreza e dor do próximo de perto, na adolescência, fez com que ele decidisse fazer o bem e manter assistência até os dias atuais. Além disso, como o Espiritismo pode modificar o seu entendimento de mundo, fazendo cada um de nós evoluir e ser seres humanos melhores. Em um dado momento, era possível ver nos rostos dos presentes algumas lágrimas de emoção pelo envolvimento com o palestrante e os seus relatos. 
Ricardo Carvalho lembrou à plateia que o princípio básico da Doutrina Espírita é a caridade. Não é nenhum outro. Apenas servir e amar. Simples assim. E assim nos ensinou Kardec. 
Ricardo passeou pelos fenômenos que aconteceram na cidade de Hydersville e como a curiosidade científica de Allan Kardec levou-o a examinar o que havia, de fato, nas sessões das mesas girantes. Ressaltou que 'O Livro dos Espíritos' é o resultado de um cuidadoso e rigoroso método científico utlizado por Kardec - verificar, analisar, sintetizar e enumerar -  e daí, a sua beleza e precisão.  
Ricardo também fez questão de salientar quem era Allan Kardec. Era um homem do seu tempo. Qual tempo? O tempo de outros grandes pensadores, filósofos  e cientistas como por exemplo, Karl Marx, dentre outros.
 
Photo5078031622263122010
 
Porém Allan Kardec era um homem além do seu tempo quando nos apresentou uma Doutrina com poder moralizador, uma tendência progressista, com amplitude de ideias e de caráter abrangente.
Para onde o Espiritismo nos leva neste mundo em crise? Sem dúvidas, a Jesus Cristo! A profundas observações e à compreensão de que a evolução intelectual invariavelmente nos levará à evolução moral e novamente a Jesus. O Espiritismo nos leva ao amor em sua pureza e à felicidade em plenitude quando conseguirmos vivenciar a sua proposta integralmente.
Ao final, Ricardo Carvalho trouxe um pequeno trecho emocionante do documentário feito por ele na França, quando seguiu os passos de Allan Kardec.  
 
Photo5078031622263122013
 
Um gesto anônimo, que poderia passar despercebido, para coroar a noite muito especial e leve de hoje. Nada como um depoimento genuíno, simples e sincero feito por uma das 500 pessoas presentes no salão doutrinário, para motivar nossa profunda reflexão. Aguardando Ricardo passar, com um olhar terno, emocionado, uma senhora humilde diz ao final: “olha Ricardo, muito obrigada por hoje. Você me ajudou a tomar uma decisão muito importante na minha vida. Estou saindo daqui aliviada. Obrigada, viu? Muito obrigada, mesmo!”
O discurso simples, encadeado, em voz experiente, sobre os princípios fundamentais do Espiritismo, trazendo esperança e entendimento sobre a vida, passados de uma forma dócil e cuidadosa, pode ter sido capaz de mudar trajetórias rumo à luz. Pode trazer o feliz sentimento de dever cumprido. Entretanto, faz também dar-nos conta e lembrar sobre a responsabilidade das palavras proferidas, ditas por cada um de nós, no cotidiano. “Eu estive aqui. Qual a marca que deixei no mundo?”. 
 
"Por muito sólida que seja a crença na imortalidade, o homem não se preocupa com a sua alma senão de um ponto de vista místico."
(...) 
"O homem não se preocupará com a vida futura senão quando vir nela um fim claro e positivamente definido, uma situação lógica, em correspondência com todas as suas aspirações, que resolva todas as suas dificuldades do presente e em que não se lhe depare coisa alguma que a razão não possa admitir." 
(Allan Kardec, Obras Póstumas)
 
 
 
 

 


0no comments yet

Post a comment

* field is mandatory

If you are a registered user, you can login and be automatically recognized.