Go to the content
Colabore com a casa
or

 Go back to Notícias
Full screen Suggest an article

Seminário de liderança marca proposta de aprendizado contínuo na Casa do Caminho

July 22, 2019 12:54 , by Redação CDC - 0no comments yet | No one following this article yet.
Viewed 35 times

Montagem lideranca2

A vontade de aperfeiçoar-se não para na Casa do Caminho. Agora foi a vez dos voluntários que estão em algum papel de liderança nas equipes!

 

No último final de semana de maio, 25 e 26/05, durante todo o dia, um grupo de caminheiros participou do Seminário de Liderança, em atividade externa à Casa e exclusiva para trabalhadores. O objetivo do evento foi promover o desenvolvimento, entre os nossos voluntários, da prática de gestão com Amor, para atender aos frequentadores da Casa do Caminho, cada vez mais, com presteza e cortesia, um dos valores da nossa Casa.

Tendo como facilitadora Márcia Cruz, graduada em Gestão de RH, especialista em Psicologia Organizacional e Coach Executivo, consultora e sócia na empresa Insights (consultoria de recursos humanos), o evento promoveu um espaço aberto ao diálogo entre os presentes. Os voluntários colocaram os principais desafios do atendimento ao público e, assim, puderam refletir sobre oportunidades de melhoria. Tudo isto tendo como princípios norteadores os valores da Casa do Caminho, a prática da caridade e o amor ao próximo.

Montagem lideranca1

Márcia que carinhosamente ofereceu as suas horas de trabalho para nos ajudar a construir uma gestão com amor, começou a exposição falando sobre os tipos de líderes, em uma classificação didática, como exemplo: democrático, autoritário e outros para que todos pudessem compreender melhor o seu papel como gestor. 

Em seguida, a facilitadora trouxe conceitos importantes sobre a diferença entre empatia e simpatia. É importante a noção de que dentro de uma casa espírita e na vida, precisamos assumir uma atitude empática. Colocar-se, de verdade, no lugar do outro, ajuda-nos a gerenciar de forma eficiente os desafios trazidos pela convivência. O vídeo explicativo utilizado para reflexão sobre empatia x simpatia (a raposa, o urso e a girafa) foi esclarecedor.  

Liderar com Amor, numa casa espírita, é requisito essencial para se cumprir o que o Cristo espera de nós, e isto significa ser exemplo, tratar companheiros com respeito e gentileza, enxergando sempre no outro uma oportunidade de servir.

Os voluntários foram colocados para trabalhar em equipe, fizeram o levantamento dos seus desafios diários e com a ajuda de todos, orientados pela facilitadora, traçaram soluções e sugestões práticas.

Motivação e próposito para estar ali, no trabalho voluntário. Essas foram as palavras que Márcia trouxe, juntamente com importantes reflexões sobre autoconhecimento para que os líderes possam exercer seus papeis. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Os dois dias foram regados a novos conhecimentos, dinâmicas, fortalecimento da amizade e união. Com muitos sorrisos, símbolo da alegria do trabalho na seara do Cristo, foram estabelecidos metas e pontos a serem melhorados e implementados em breve às rotinas de trabalho de nossa Casa, em que o aprendizado será multiplicado para todos os trabalhadores da Casa.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

A Casa do Caminho agradece a todos que estavam envolvidos em mais essa tarefa de compromisso com o bem servir e evoluir, sempre!

 

Conheça mais sobre os valores da Casa do Caminho em: https://casadocaminho-pae.org.br/quem-somos

 

 
  “... servindo-os, não quando vigiados para agradar a homens, mas como servos de Cristo, que poem a alma em atender à vontade de Deus (Efésios, capítulo 6, v. 6).
 
(...) Contudo, não nos esqueçamos de que, quando operamos em equipe e obtemos sucesso, devemos considerar-nos dignos de comemorar a vitória. (...) Expressar sentimentos de alegria e união compartilhados por toda a equipe é prática salutar que nunca deve ser abafada. 
(...) De acordo com a feliz expressão do apóstolo, “não somos convocados “para agradar a homens”, mas sim para atender “à vontade de Deus”. Dessa forma, se adotarmos efetivamente o aprendizado com o Mestre Jesus, penetrando o santuário da alma dentro de nós mesmos, aí encontraremos as noções de ponderação e senso de justiça aplicáveis nas lides de direção que o Senhor nos destinou. Em razão, pois, desse trabalho de liderança, não devemos dar ouvidos às conversações descabidas, que proporcionam desentendimento e balbúrdia. Evitemos mágoas e ressentimentos para manter o equilíbrio do grupo na força comum. Reduzindo a atmosfera de instabilidade, com nossas preces e obrigações do dia-a-dia, imediatamente começaremos a aliviar as tensões negativas nas áreas de ação no bem, às quais estamos vinculados no labor de nossa redenção.
 
(...) Em nossas atividades evangélicas, o êxito do atendimento depende da atenção ao que foi dito ou feito, bem como da forma como agimos e auxiliamos diante do problema relatado. O apóstolo João recomenda a necessidade de ouvir o que o Espírito diz. Entendia que somente dessa forma é que se pode utilizar com sabedoria do silêncio ou da palavra, diferenciar com segurança a sombra da luz e separar com sensatez o joio do trigo. A Luz do Mundo ouvia espiritualmente as situações; portanto, auxiliava sem ofender, esclarecia sem ferir, ensinava sem perturbar. O Cristo Jesus instruía falando e exemplificando, Os homens que exclusivamente O escutavam não absorveram suas lições imorredouras; porém, todos aqueles que O ouviram em espírito e verdade impressionaram suas almas para a Eternidade e se converteram em plenitude."
  (Conviver e Melhorar. Pelo espírito Batuíra)

0no comments yet

Post a comment

* field is mandatory

If you are a registered user, you can login and be automatically recognized.