Go to the content
Colabore com a casa
or

 Go back to Próximos Eve...
Full screen Suggest an article

Confraternização da Casa do Caminho 2018

December 7, 2018 11:57 , by Redação CDC - 33 comments | No one following this article yet.
Viewed 241 times

 

Confra 2018 quadrado

No dia 15/12, às 15:30 teremos uma tarde de alegria na Casa do Caminho. É o dia que lembraremos a passagem de Jesus Cristo pela Terra. Celebraremos o seu nascimento através da palavra e das manifestações artísticas daqueles que ajudam a fazer a Casa do Caminho acontecer. 
A sua presença é essencial para que façamos uma linda festa! Traga seus familiares e amigos. 

A programação está intensa: uma surpresa na llivraria, apresentação do Coral da Casa do Caminho, palestra em seguida, apresentações artísticas oferecidas pelos caminheiros....
Você sairá leve, com muito para sorrir e lembrar. 
Nesse dia, NÃO haverá atendimento individual após a palestra. 
Os espíritos, com certeza estarão conosco, abençoando cada um dos presentes, com um sublime amor.
Venha celebrar a vida e a oportunidade de estarmos juntos!
 
 
“ As comemorações do Natal conduzem-nos o entendimento à eterna lição de humildade de Jesus, no momento preciso em que a sua mensagem de amor felicitou o coração das criaturas, fazendo-nos sentir, ainda, o sabor de atualidade dos seus divinos ensinamentos. A Manjedoura foi o Caminho. A exemplificação era a Verdade. O Calvário constituía a Vida. Sem o Caminho, o homem terrestre não atingirá os tesouros da Verdade e da Vida”  (A manjedoura, Emmanuel.) 

(...) Sabemos que Jesus é o Cristo Consolador, feliz expressão de Allan Kardec, registrada em o Evangelho segundo o Espiritismo, capítulo seis,  pois ele mesmo, Jesus, nos faz um convite irrecusável: “Vinde a mim todos os cansados e sobrecarregados, e eu vos darei descanso. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e encontrarei descanso para as vossas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.” (Mateus, 11: 28-)

Espíritas, estamos conscientes de que o Mestre Nazareno é o ser mais perfeito que Deus ofereceu à Humanidade para servir de guia e modelo: “Para o homem, Jesus representa o tipo de perfeição moral a que a Humanidade pode aspirar na Terra. Deus no-lo oferece como o mais perfeito modelo, e a doutrina que ensinou é a mais pura expressão de sua lei.”

Fonte: http://www.febnet.org.br/blog/geral/colunistas/natal/


33 comments

Post a comment
  • Eab8414c7ad36eadfe6c09cef21566a8?only path=false&size=50&d=404ROQUE ASSUNÇÃO DA CRUZ(unauthenticated user)
    December 14, 2018 6:18

    POEMA É NATAL

    É Natal...
    É natal... de polo a polo
    No planeta em que resido,
    Do céu estrelado ao solo
    Te louvam, Jesus querido.
    É Natal...quanta beleza!
    Toda a Terra é primavera,
    Do trono da natureza
    Aos sóis, de esfera em esfera.
    É Natal... O mundo se engalana
    Na exaltação da alegria,
    Do arranha-céu à choupana
    Glorificam a estrebaria.
    É Natal., sopra o vento de mansinho
    Em cantigas de ninar,
    Canta feliz o passarinho
    Na ternura de seu lar.
    É Natal... O céu envolve a Terra
    Nos esplendores da luz,
    O homem esquece a guerra
    E quem sofre agradece a cruz.
    É Natal..., em todo o universo ressoam
    Doces cânticos de louvor,
    Tudo ama, esquece e perdoa
    Neste teu dia, oh, Senhor!
    É Natal... Quanta esperança
    Para a pobre humanidade,
    Do ancião à criança
    Brilha a luz da caridade.
    É Natal... estou feliz e contente
    E renovado, afinal!
    Mestre, obrigado eternamente,
    Pois me livraste do mal.

    Nesta singela poesia, aqui expressamos nossa admiração pelo Mestre dos Mestres. Que o amigo possa ter, entre os seus, um Natal de muita paz e de muito amor.
    Neste mundo em que temporariamente estagiamos no nosso processo evolutivo, vencer a si mesmo e amar é a nossa esperança.
    Feliz Natal!
    Roque Assunção da Cruz (Roque Tarugo)


    • Marca fundo branco minorRedação CDC
      December 14, 2018 19:04

       

      Que maravilha, Roque!
      Agradecemos ter-nos brindado com sua poesia!

      Abraços Fraternos,
      Equipe de Comunicação


  • E89c851badf773bf3aa75ce1cef88e6a?only path=false&size=50&d=404roque a cruz(unauthenticated user)
    January 3, 2019 13:54

    A DOUTRINA ESPÍRITA E AS MUDANÇAS POSITIVAS EM MINHA VIDA.

    A DOUTRINA ESPÍRITA E AS MUDANÇAS POSITIVAS EM MINHA VIDA.
    *Roque Assunção da Cruz

    Nosso mundo íntimo

    Não há quem de nós não traga na alma tormentos e dificuldades a serem vencidas.

    No processo natural de aprendizado e de crescimento, a cada vida que iniciamos aqui na Terra, a cada vez que renascemos, trazemos os recursos que a alma adquiriu em outras experiências vividas.

    É natural que, nessa herança que a alma possui, tenhamos valores positivos e negativos, virtudes e paixões, na complexa estrutura de nossa intimidade emocional.

    Nenhum de nós pode se considerar eleito do Senhor, ou proprietário de dons divinos concedidos gratuitamente, por cujas conquistas nada fizemos.

    Somos apenas o resultado das nossas opções, felizes ou nem tanto, feitas ao longo das jornadas já vividas.

    A realidade moral e emocional que pulula em nosso mundo íntimo é a somatória de tudo o que já adquirimos.

    Analisando sob esse aspecto, compreendemos que é a nós mesmos, ao nosso mundo íntimo, que devemos imputar a responsabilidade das dificuldades e dos problemas, das dores e dos desafios que enfrentamos.

    O que nos difere uns dos outros é apenas a maneira como lidamos com a situação, com as emoções e as tendências que trouxemos para esta existência.

    Uma possibilidade é nos acreditarmos vítimas, cultivando a ideia de que nascemos de determinada forma e que assim iremos passar toda esta existência.

    Com tais pensamentos, engrossaremos as fileiras daqueles que pensam que o que trazemos em nossa intimidade é um fatalismo e, portanto, não há como mudar.

    Assumimos que apenas resta aprender a conviver conosco mesmos. Ante as dificuldades com nosso jeito de ser, não nos esforçamos para nos modificarmos.

    Nessa postura, não há como aproveitarmos os embates e oportunidades que a vida oferece como matéria de reflexão e aprendizado.

    Perdemos a chance de crescer com os reveses da vida. Não utilizamos a oportunidade para repensar valores, reorientar diretrizes, nos refazermos.

    Porém, há uma outra maneira de entendermos nosso mundo íntimo.

    Ao descobrirmos em nós valores e tendências que não nos agradam, ou que nos geram dificuldades, passarmos a lutar para modificá-los.

    Entendendo que a alma está em constante aprendizado, vermos as dores, desafios e problemas que nos chegam como convites e oportunidades de crescimento.

    A partir desse momento, passamos a investir na reflexão, na meditação e na análise de nossa intimidade.

    Começamos a tentar entender nossas ações e reações, analisando como fazer para nos tornarmos melhores.

    Tendo a Jesus como referência, partindo da sua proposta de amar a si mesmo e ao próximo como a lei maior da vida, vamos renovando nosso mundo íntimo.
    Aos poucos, substituímos as tendências perniciosas que ainda guardávamos, por valores nobres e de plenitude.

    Iremos, dessa forma, construindo o ser integral, pleno e em consonância com a proposta de felicidade que é o plano de Deus para nós.

    Investirmos em nós mesmos a fim de, no decurso da caminhada, irmos nos dando conta do quanto crescemos em qualidade, do quanto nos tornamos melhores.

    E, por isso, nos felicitarmos. Termos a alegria de verificar a superação de hábitos infelizes, de atos desagradáveis.

    Termos a certeza, enfim, de que estamos aproveitando muito bem a presente jornada reencarnatória.

    Como mudar pensamentos negativos para pensamentos positivos?

    Os pensamentos negativos e igualmente os pensamentos positivos fazem parte da nossa vida. Os pensamentos negativos recorrentes estão associados a alguns transtornos psicológicos como a depressão, transtorno obsessivo-compulsivo, fobia social, ansiedade generalizada, entre outros. Ter pensamentos negativos, não conduz necessariamente a problema psicológicos ou problemas pessoais. No entanto, se os pensamentos negativos de dia para dia forem aumentado em intensidade, frequência e duração podem prejudicar-nos a funcionalidade na nossa vida, afetar-nos o equilíbrio emocional, promovem a negatividade, enraizando e especializando as redes neuronais para a desgraça, infortúnio e desesperança.
    Os pensamentos positivos estruturados e contextualizados com as circunstâncias que enfrentamos, promovem a construção de soluções orientados para os problemas que queremos ver resolvidos, minimizados ou aceites. Os pensamentos positivos permitem usarmos o nosso lobo frontal accionado as funções executivas (automonitorização, autoregulação, planejamento, avaliação e resolução de problemas).

    COMO O HÁBITO DO PENSAMENTO NEGATIVO SE ENRAÍZA?

    Somos criaturas de hábitos. É por isso que rapidamente nos acostumamos a uma certa maneira de fazer as coisas, uma maneira particular de pensar, sentir e agir. Nós construímos hábitos de pensamento de acordo com o que vamos pensando. Um hábito pode ser estabelecido de maneira surpreendentemente rápida, muitas vezes dentro de algumas semanas.

    Nós tendemos a pensar sobre nós mesmos e acerca das nossas vidas de certa maneira, os nossos pensamentos seguem um caminho familiar. Têm-se o hábito de pensar negativamente sobre nós mesmos, podemos desenvolver depressão e falta de motivação para sair dessas formas depreciativas de pensar. Os sentimentos de letargia e apatia que acompanham este estado de espírito pode ser devastador. O problema de um ciclo negativo de pensamento é que uma vez que o hábito do pensamento negativo se estabeleça, influencia enormemente a forma como agimos e reagimos na maioria das situações.
    O efeito cumulativo de muitos pequenos pensamentos negativos, cada um aparentemente insignificante, é o que faz instituir uma estrutura mental especializada na negatividade, criando redes neuronais especializadas na avaliação negativa de grande parte das situações de vida. Dia após dia se formos fazendo avaliações negativas acerca da grande maioria das situações, ou pensarmos de forma depreciativa acerca de nós, ou tivermos pensamentos negativos acerca das nossas qualidades e desempenhos, é o suficiente para arrastar-nos drasticamente para a autosabotagem:

    “Eu não vou, eu não iria gostar, eu não gosto”.

    “Eu não sei por que estas pessoas estão sendo boas para mim.”

    “Se eu tentar isso, eu vou estragá-la, eu não posso fazer isso.”

    “Eu sou tão pouco atraente, eu pergunto-me porque ela me convidou?”
    Cada pensamento aparentemente sem importância tem um efeito condicionante e contribui para o nosso hábito geral de pensar sobre nós mesmos e sobre o que nos rodeia. Se repetidamente instituirmos o hábito do pensamento negativo, não é de admirar que possamos sentir-nos menos felizes e menos confiantes, afetando-nos depreciativamente a nossa autoestima e perspectiva de futuro. Vamos alimentando a ansiedade com os pensamentos negativos, inibindo raciocínios virados para a solução e promovendo o pensamento catastrófico.
    Usualmente não temos a noção real e total do impacto negativo que os pensamentos negativos têm na nossa vida. Pensamento após pensamento, vamos construindo um padrão destrutivo de pensar. Os pensamentos negativos são como ervas daninhas insidiosas e de crescimento lento, enraizando-se em nós, sem nosso conhecimento ou consciência.
    DECIDA ADOTAR O HÁBITO DO PENSAMENTO POSITIVO
    Devemos aprender a monitorizar e a ganhar consciência acerca dos pensamentos negativos que aparecem na nossa mente. Eles podem parecer pequenos e insignificantes, mas é uma armadilha, porque tendem a acumular-se e a prejudicar todo o nosso modo de pensar.
    Quando criamos o hábito de pensar positivamente, o resultado é um sentimento geral de otimismo, bem-estar e elevada autoconfiança, autoestima. Outras benefícios acrescidos são o crescimento pessoal, uma maior motivação, energia e alegria de viver, e uma sensação geral de estar a viver plenamente os acontecimentos da nossa vida.
    Utilizar o pensamento positivo nem sempre se relacionado apenas com sentirmo-nos bem. Mesmo perante situações de perda, catástrofe e infortúnio, é possível pensar de forma positiva. Isto se interpretarmos o pensamento positivo por aquilo que ele na verdade representa em termos de utilidade de raciocínio. E a utilidade de pensarmos de forma positiva perante algumas dificuldades de vida tem a ver com a capacidade de utilizarmos os nossos recursos (experiências de vida, autoconhecimento, formas de relacionamento com os outros, crenças, estratégias mentais, valores, entre outros) orientados para a possível solução do problema, situação ou perda. Pode aprender a lidar com situações difíceis na sua vida lendo o artigo: três passos para ultrapassar as dificuldades pensando positivo
    Quando você adota o hábito de pensar positivamente, certas coisas construtivas começam a acontecer. Você vai sentir-se mais confiante começando a lidar melhor com situações stressantes. Você poderá desenvolver uma visão mais otimista sobre a vida e começar a aproveitar mais. Você pode tornar-se mais alegre e encontrar formas de motivar-se.
    Coisas que você pensava anteriormente que eram impossíveis de realizar podem começar a parecer mais ao seu alcance. Você vai começar a querer experimentar coisas novas e desconhecidas por acreditar que consegue promover ações que o colocam no caminho do sucesso ou do alcance dos seus objetivos. Você vai achar mais fácil fazer novos amigos, provavelmente devido à sua tolerância com as outras pessoas ter aumentado e devido ao fato de você poder sentir-se mais feliz consegue mesmo. Sinta de forma aprofundada o impacto enriquecedor que beneficiamos quando construímos pela força do hábito uma estrutura mental positiva, o elixir da felicidade.

    COMO MUDAR O SEU PENSAMENTO?
    A primeira coisa que você deve fazer é acreditar que pode mudar a maneira como pensa e, consequentemente mudar a forma como sente e age. Está em grande parte relacionado com a forma como consegue aceitar, monitorizar, regular e criar o que você pensa. Você tem a capacidade (poder) de decidir o que vai ou não vai aceitar e seguir acerca do que aparece na sua mente.
    A maneira de mudar o seu pensamento negativo para um pensamento positivo é tão simples e básico que você vai surpreender-se acerca da eficácia do método. Como a maioria dos métodos que se revelam eficazes, funciona quando é aplicado de forma consistente.
    Para substituir os pensamentos negativos por pensamentos positivos você tem que lidar com dois aspectos da situação:
    ■Monitorizar o seu pensamento (detetar o pensamento negativo quando aparece na mente)
    ■Não seguir os pensamentos negativos que possam surgir na mente, substituindo-os por pensamentos positivos o mais rápido possível.

    Leve em consideração os seguintes aspetos:

    1: MONITORIZE O SEU PENSAMENTO

    Torne-se consciente da forma como você reage às situações, pessoas, pedidos, frustrações, o clima, e assim por diante. Cada vez que você detetar um pensamento negativo, focalize a sua atenção nele e perceba o quanto influencia os pensamentos que se seguem. Avalie de forma mais pormenorizada o pensamento negativo em particular. Pergunte-se:
    Existe uma razão para pensar assim?

    Este pensamento ajuda-me ou prejudica-me?

    Posso pensar de uma forma mais construtiva?

    Seja o mais honesto possível quando você responder a essas perguntas. Relembro-o que o problema não está em ter pensamentos negativos, mas sim basear as suas ações e respostas nesses pensamentos. Ao identificar, ou por outras palavras, ao apanhar-se a si mesmo a ter um pensamento negativo, tem sempre à possibilidade de avaliá-lo e em consciência alterá-lo, ou simplesmente não segui-lo.
    2: MUDE OS PENSAMENTOS NEGATIVOS RAPIDAMENTE
    Toda a vez que você se pegar pensando negativamente, conscientemente e por ação da sua vontade e querer diga-lhe não, vete esse pensamento negativo através da sua capacidade de não o seguir mentalmente e substitua-o rapidamente por um pensamento positivo. Nos exemplos seguintes, os pensamentos negativos são apresentados em itálico e a negrito e os pensamentos de reequilíbrio (pensamentos criados com um objetivo construtivo e orientados para a solução) estão num estilo de letra comum:
    ■Eu não posso fazê-lo.
    ■Por que não posso? Não há nenhuma razão factual porque eu não posso, por isso vou fazê-lo.
    ■ Eu provavelmente não irei gostar.
    ■Porque eu não gosto? Como é que eu sei que não gosto disso até que eu tente? Vou experimentar e ver como me sinto.
    ■ Eu acho que eles não gostam de mim.
    ■Como eu sei que eles não gostam de mim? Quais são as razões de fato que suportam a minha sensação de que eles não gostam de mim? Eu não consigo pensar em nenhuma razão de fato – é apenas um sentimento. Vou começar a pensar que eles gostam de mim até que eu prove o contrário.
    ■Não é para mim, eu posso ficar demasiado incomodado.
    ■Estou a basear-me em quê para tomar esta decisão? Será nos meus sentimentos vagos de baixa autoconfiança? Pode ser apenas uma coisa minha. Vou tentar e ver o que acontece. Se depois se comprovar que foi chato, na próxima vez não vou. Pelo menos vou ter um motivo real em que fundamentar a minha próxima decisão.
    VOCÊ PERCEBE AGORA COMO FUNCIONA ESTE MÉTODO?
    Provavelmente através dos exemplos anteriores você começou a perceber como pode aumentar a sua positividade perante determinados pensamentos negativos que possam surgir-lhe na mente. O método envolve detetar o pensamento negativo quando ela surge, e decidir se ele é baseado em fatos ou nos seus sentimentos negativos e depreciativos. Se você tem o hábito de pensar negativamente, certamente vai descobrir que o pensamento negativo é baseado em sentimentos e não em fatos concretos. Você está reagindo negativamente quase sem ter consciência de estar a fazê-lo, porque você enraizou esse hábito.
    Depois de você analisar e avaliar se a sua reação negativa é justificada (se é baseada em fatos ou em vagos sentimentos negativos ou de ansiedade) então fica mais preparado para lidar com isso. Ao invés, se a sua reação não se baseia em fatos, você deve substituir a negatividade com pensamentos positivos e construtivos. Desta forma, você vai aprender a pensar positivamente.
    Faça este exercício várias vezes por cada dia, tentando não perder nenhuma oportunidade de colocá-lo em prática. Quanto mais consistentemente forem substituindo os seus pensamentos negativos por pensamentos positivos, mais rápido serão os resultados.
    CUIDADO COM A ABORDAGEM ERRADA
    Algumas pessoas que tentam substituir pensamentos negativos por positivos fazem-no de uma forma autodestrutiva. Você não deve seguir apenas a primeira metade do método. Você deve monitorizar o seu pensamento, como foi dito, mas depois não pode debruçar-se sobre o pensamento negativo, tentando encontrar razões para esse mesmo pensamento negativo. Usualmente as pessoas fazem o seguinte erro na forma de uma pergunta:
    “Porque estou a ter de novo este pensamento negativo?”
    Quanto mais você se concentrar num pensamento negativo mais forte se torna. A pergunta, “Porque eu estou pensando isso?” Não é uma pergunta frutífera. Isso faz focar a atenção em você, concentrando-se em si mesmo e na sua infelicidade, dificuldade ou incapacidade, usualmente distorcidas. Tente não pensar tanto em si mesmo, em vez disso, concentre-se no conteúdo do pensamento negativo, questionando a sua validade, como mostrado nos exemplos acima.
    Acima de tudo, não se culpabilize ou fique irritado consigo mesmo por ter pensamentos negativos. O sentimento de culpa e a sensação de irritabilidade com você mesmo não ajuda a substituir pensamentos negativos por positivos. Ao invés, faz com que você se debruce sobre os pensamentos negativos promovendo sentimentos de mal-estar. No mínimo, o foco exagerado nos pensamentos negativos leva à auto-piedade.

    EM BREVE O SEU PENSAMENTO POSITIVO SERÁ AUTOMÁTICO

    As duas três primeiras semanas vai ser trabalho duro. Você terá que prestar atenção redobrada na maneira de pensar a grande maioria do tempo. Mas, aos poucos, torna-se automático para você rejeitar pensamentos negativos infundados. Como o seu subconsciente absorve e responde às novas mensagens que está recebendo continuamente, você vai reagir e responder de forma mais positiva. Depois de duas ou três semanas, certamente irá conseguir mudar o terrível hábito de responder negativamente às situações.
    Se você praticar continuamente a etapa 1, irá mudar drasticamente o seu hábito de pensar. Aqueles que convivem com você irão observar uma mudança dramática para melhor. Uma vez que um padrão positivo seja estabelecido, ele torna-se tão automático quanto o hábito do pensamento negativo que você pretende substituir. Sentirá uma consciência crescente do que de bom está acontecendo para você a nível muito profundo. Esse sentimento, e a forma como aqueles que o rodeiam reagem a você vai aumentar a sua confiança e sentimentos de aceitação, permitirá a liberação interior, esperança, felicidade, bem-estar geral e paz de espírito.
    Acredite, o trabalho dispendido no método descrito pode mudar a sua vida para melhor, e certamente os resultados irão fazer-se sentir. Insista, persista e não desista de transformar o seus pensamentos negativos em pensamentos positivos.

    A Doutrina espírita Libertadora: O Cristo Rede Vivo.

    Nasci de novo para vida ao buscar pela dor e o sofrimento a doutrina espírita ou digamos ao ir a Casa do Caminho no ano de 2009, e receber a caridade dos irmãos de luz, benfeitores da humanidade, a pleide de luz do Mestre Jesus. Em 29 de maio de 2014, ao sofrer um AVC isquêmico, fiquei no corredor do HGE, no primeiro momento que lá fui atendido, e, tive uma assistência profissional dos trabalhadores da saúde de uma qualidade impar, recebi alta hospitalar, com algumas sequelas, vindo a me recuperar com o estudo da Doutrina Espírita, no Centro Espírita o Semeador. A fé raciocinada, o estudo individual, E, dando continuidade no tratamento da minha saúde físico-orgânica/orgânica/mental na Casa do Caminho, realizando em abril de 2015, Cirurgia Espiritual, vindo a recuperar o meu equilíbrio psicológico, moral e físico orgânico. Hoje estou no trabalho da desobsessão mediúnica, na Casa do Caminho, aprendendo com o sofrimento dos irmãos que se encontra no mundo espiritual em situação de perturbação, que a infelicidade adquirida no mundo encarnado, pela não evolução moral como espírito encarnado, quando aqui na terra estava materializado no corpo carnal, ao falecer o corpo, e retornar ao mundo espiritual, pelas imperfeições desenvolvidas na terra quando encarnados, continuam com o sofrimento pelo desamor e o mal que praticou aos seus e a si próprio, quando encarnados no corpo físico aqui no planeta.
    Nesse sentido, sou um ser na busca da luz, com o estudo da ciência e filosofia espirita e a sua pratica, o bom Deus, o seu filho o Mestre Jesus e os bons espíritos tem me oportunizado as condições de resgatar as minhas dividas de vidas passadas, nesse mundo de provas e expiações, com a pratica do amor e a caridade.

    Amar-nos e instruir-nos

    “Espíritas, amai-vos, eis o primeiro mandamento; e instruí-vos, eis o segundo!” Espírito da Verdade.

    Uma pesquisa científica americana mostrou que pessoas que gastam seu dinheiro com experiências gratificantes como vivências de viagens, leituras de livros, visita a museus, ou seja, coisas abstratas acabam sendo, na sua maioria, mais felizes do que as que gastam o dinheiro com objetos e coisas materiais.
    Fiquei aqui pensando, como as palavras de Jesus continuam sendo tão atuais.
    Mesmo no episódio acima podemos lembrar quando Ele diz “não acumuleis tesouros na Terra, mas no céu”, ou seja, dentro de si, com atuações e objetivos na sua própria evolução. Situações abstratas acabam nos atingindo muitas vezes mais do que as materiais.
    O Amor é o ponto alto dos seus ensinamentos, todos nós sabemos disso, mas não o amor na sua expressão vulgar, mas sim na forma profunda de ver e viver a vida.
    Todos os nossos atos sendo vividos em amor pleno, no exercício do perdão, da paciência, do ouvir e falar, do trabalho constante são expressões do amor.
    Esse Amor vai pouco a pouco provocando mudanças em nós, o que chamamos de evolução. A mudança do planeta – da sociedade, evolução tecnológica e tudo mais – sem o sentido do amor torna-se fria e sem valor. Por isso podemos afirmar que Jesus é e continua sendo o Farol do Mundo.
    Num momento da História do nosso planeta aparece o Espiritismo, propondo algo mais na mensagem de Jesus. No capítulo VI, item 5, Do Evangelho segundo o Espiritismo, o Espírito da Verdade nos ensina que devemos amar e nos instruir. Portanto, não foi Kardec, mas sim o Espírito da Verdade que nos pediu amor e conhecimento.
    Não poderíamos esperar menos dessa plêiade de Espíritos que compõe o Espírito da Verdade, pois estamos falando de Sócrates, Platão, Santo Agostinho, Fénelon entre outros grandes vultos de nossa História, que tinham sabedoria, ou seja, vivendo o amor e procurando se instruir sempre.
    Disse Jesus: “Conhecereis a Verdade e ela vos libertará”.
    O processo de instrução começa no dia a dia, passando pelas experiências educacionais, livros, palestras, cursos, ou seja, tudo que está à nossa volta, e vamos filtrando e assimilando o que é bom e nos faz melhor.
    A vida é muito curta para perder tempo com as futilidades, precisamos nos educar e usar nosso tempo com as coisas que venham somar na nossa evolução, tais como amar, trabalhar e aprender.
    Alguém uma vez disse que a evolução é feita por duas asas, a primeira e mais importante, sem a menor dúvida, é a asa da moralidade, baseando-se no Amor maior, e essa é a mais difícil de conquistar, pois é o motivo maior de nossas existências vencer os sentimentos negativos, sair do círculo vicioso e ir para um círculo virtuoso em nossas vidas. A segunda é o conhecimento de si e do meio em que vivemos. Esse exige de nós vontade, persistência, muito suor para aprender. O importante é que o conhecimento sem o Amor se torna algo frio e não é isso que o Espírito da Verdade está nos ensinando no texto do Evangelho.
    Toda a doutrina espírita foi concebida com o uso da mediunidade. Isso é fato, não há como duvidar, assim, podemos ver que o estudo dessa faculdade humana, para ser bem praticada, precisa ser buscado, conhecido, para não cairmos no problema do misticismo, charlatanismo, entre outras coisas, como também entendermos as mensagens com toda a sua profundidade.
    Conta-nos Yvonne A. Pereira, no livro Devassando o Invisível: O Espírito Dr. Bezerra de Menezes, em 1915, na cidade de São João Del Rei, em Minas Gerais, através do médium Silvestre Lobato, anunciou o advento do Rádio e da televisão, asseverando que esse último invento (ou descoberta) facultaria ao homem, mais tarde, captar panoramas e detalhes da própria vida no mundo invisível, antecipando, assim, que a Ciência, mais do que a própria religião, levaria os Espíritos muito positivos a admitir o mundo dos Espíritos, encaminhando-os para Deus.
    O pobre médium foi na época acoimado de invigilante, convidado a orar e se tratar, e o Espírito comunicante “doutrinado” como mistificador. No entanto, parte do que foi dito já estamos presenciando no dia a dia. Não será difícil que a segunda parte venha a ocorrer assim que o homem se tornar merecedor dessa graça de entrever o além-túmulo por intermédio do aparelho de TV, como afirma Yvonne Pereira em seu doce livro “Devassando o Invisível”, na página 162, da 15ª edição.
    Importante que todos nós entendamos que a proposta do Espírito da Verdade não é a instrução na sua forma tradicional, competitiva, comercial, e de orgulhoso saber, mas sim uma sede de conhecimento alicerçado no trabalho, renovação íntima tão necessária hoje e agora.
    Amar e estudar sempre, evoluir com as duas asas que Deus nos oferece.
    Vamos meditar a profundidade das palavras do Espírito da Verdade para entender melhor o que Jesus nos propõe quando diz “Conhecereis a verdade e ela vos libertará”.
    Um antigo dizia que queria ser Deus para mudar o mundo, ele queria ser Deus para acabar com o sofrimento, com a dor e tudo mais que nos parece errado e muitas vezes ilógico e quem sabe injusto. Mas então ele sentou, meditou e pensou, para então concluir: mas se eu tiver o Seu Amor, deixaria tudo do jeito que está. A Lei de Causa e Efeito, fazendo cumprir as Leis maiores da vida.
    Vamos, como nos alerta Jesus, “Buscar primeiro o Reino de Deus nos nossos corações, pois o restante nos será dado por acréscimo”.
    POEMA A CARIDADE
    No fundo da alma a solidão.
    O ser humano se deixa viver no egoísmo
    Tudo vazio
    Fora da caridade não há salvação.

    A caridade é mais que amor
    Não é vaidade.
    É mais que solidariedade
    É cristo no coração.

    A caridade é a luz, e, se vê no irmão.
    Sempre a caridade
    Por paz e fraternidade
    O mundo sem guerra um abraço irmão.

    A caridade é o girassol do amor
    É mais que amor
    Não é paixão
    É o espírito evoluído na busca de Deus em união.

    Fora da caridade
    Serei espírito em obsessão
    Fazer a caridade
    Paz na terra, amor e união,

    Só na caridade
    Construindo uma grande nação
    Todos juntos na caridade
    Um Brasil, fraterno, solidário sem corrupção

    Na caridade
    O universo é da luz
    Não tem violência, opulência e pobreza
    Paz e amor no coração.

    Fora da caridade não há salvação....

    *Poema feito em 05 de agosto de 2011, as 07h15min.

    A caridade é a fé que se faz visível.

    Conectar sentimento e ação; um elemento que move o outro: a Fé e a Caridade.
    Jesus nos ensinou que sem o adubo da Caridade não haverá fruto na fronde da fé. “Uma fé que não dá frutos em obras não é fé”, disse o papa Francisco recentemente, se referindo a seguinte citação biblica: "Assim também a fé, se não tiver obras, é morta em si mesma." - (Tiago, 2:14-17).

    A Epístola de Tiago, quando proclama ser morta a fé sem obras, tem a corroborá-la a Primera Epístola de Paulo aos Coríntios (1 Coríntios 13:2), onde nos deparamos com a seguinte afirmação:

    "se alguém tivesse o dom da profecia, falasse a língua dos anjos, penetrasse todos os mistérios, tivesse toda a fé ao ponto de transportar montanhas, desse seu corpo para ser queimado em praça pública ou distribuísse toda sua fortuna entre os pobres, se não tivesse caridade, nada disso lhe serviria".

    Proclama, ainda, Paulo de Tarso que "dentre estas três virtudes: a fé, a esperança e a caridade, a mais excelente é a caridade".

    Diz Tiago em sua epístola (Tiago 2:14-15):

    "Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver obras? Porventura a fé pode salvá-lo? E se o irmão ou irmã estiverem nus e tiverem falta de mantimento quotidiano. E algum de nós disser-lhes: Ide em paz, aguentai-vos, e fartai-vos; e lhes não derdes as coisa necessárias para o corpo, que proveito virá daí?”.

    Tudo isso nos leva à dedução de que a caridade é a mais excelsa das virtudes. De nada adianta ter fé ao ponto de transportar montanhas, se não for devidamente acompanhada pelas boas obras.

    O Espiritismo também é categórico na demonstração da supremacia das obras sobre a fé, ao ponto de ter consagrado como um dos seus lemas fundamentais: "Fora da Caridade não há salvação".

    Com base profunda nos Evangelhos, a Doutrina Espírita sustenta que todo serviço de amparo social desinteressado é um reforço divino na obra da fraternidade e da iluminação interior da Humanidade, pois conforme esclarece o iluminado Espírito Emmanuel, no livro o Consolador (questão 255), psicografado por Chico Xavier:

    "As obras da caridade material somente alcançam sua feição divina, quando colimam a espiritualização do homem renovando-lhe os valores íntimos, porque, reformada a criatura humana em Jesus Cristo, teremos na Terra uma sociedade transformada, onde o lar genuinamente cristão será naturalmente o asilo de todos os que sofrem”.

    Conta-se que certa vez, Chico Xavier chegou ao Centro Espírita e viu uma multidão na porta. Veja a grandeza do dialogo estabelecido:

    “- O que estas pessoas querem?

    - Eles vieram buscar passe. - respondeu um trabalhador da casa.

    Chico respondeu:

    - Eles não precisam de passe, precisam de pá".

    Os ensinamentos de Jesus pedem "pá", ou seja, trabalho no campo do espírito.

    No Livro Coragem, psicografado por Chico Xavier e ditado pelo espirito Emmanuel temos duas frases que resumem a importância das obras na nossa vida:

    "o trabalho será sempre o prodígio da vida, criando reconforto e progresso, alegria e renovação”.
    "Haja, pois, o que houver, ampliem-se obstáculos, agigantem-se problemas, intensifiquem-se lutas ou se agravem provações, trabalha sempre no bem de todos, porque, trabalhando na Seara do Bem, podes conservar a certeza de que Deus te sustentará".

    A seguir mais um texto para refletirmos sobre a importância do trabalho em nossas vidas, extraído do Livro Respostas da Vida, capítulo “Trabalhar”, ditado pelo Espírito André Luiz com psicografia de Chico Xavier:

    Se você acredita na preguiça, olhe a água parada. Seja qual seja o seu problema, o trabalho será sempre a sua base de solução.

    Não existe processo de angústia que não se desfaça ao toque do trabalho.

    Diante de qualquer sofrimento, o trabalho é o nosso melhor caminho de libertação.

    Não se aborreça se alguns companheiros lhe abandonarem a estrada; continue em seu próprio dever e o trabalho lhe trará outros.

    Todos os medicamentos são valiosos na farmácia da vida, mas o trabalho é o remédio que oferece complemento a todos eles.

    Quem trabalha encontra meios de esclarecer, mas não tem tempo de discutir.

    O sucesso quase sempre se forma com uma parte de ideal e noventa e nove partes de suor na ação que o realiza

    Salvador, 06 de julho de 20015

    *Roque Assunção da Cruz, Trabalhador espírita da Casa do Caminho, Bacharel em Direito, Filosofia, Teologia, Advogado, poeta, Cristão/Espirita, Doutor em Ciências Jurídicas e Sociais, Socialista.


Post a comment

* field is mandatory

If you are a registered user, you can login and be automatically recognized.