Go to the content
Colabore com a casa
or

 Go back to Temas Doutri...
Full screen Suggest an article

2019 já chegou! E com ele, a oportunidade de trabalho e construção da Paz

January 9, 2019 18:34 , by Redação CDC - 0no comments yet | No one following this article yet.
Viewed 47 times

Cad 2019 ja chegou

 

Cristo – Paz

 Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou. Não vô-la dou como a dá o  mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.

                                                                                                                                               João, 14:27

 

No trecho acima registrado por João, nota-se que o Cristo fala de outra paz, que não é conhecida no mundo dos homens. Ele se refere à Serenidade conquistada por espíritos puros, que jamais se perderá.

A Paz, no dicionário evangélico, tem profunda analogia com o trabalho. Ela é labor que jamais se cansa de construir, por estar com a consciência serena, pelo dever cumprido. Paz sem trabalho se chama preguiça, de que nunca se cogita o cristão, por ser ela contrária às leis estabelecidas pelo Criador. O trabalho é qual o Amor, senão ele mesmo manifestando-se em várias dimensões, para ser útil em faixas diferentes da vida.

A nossa afeição é pela Paz de Deus, e é desta Paz que vamos falar nesta mensagem, procurando uma linguagem límpida, para que não faças dúbia interpretação.

Cristo foi o maior expoente da Paz na Terra, porque Ele era a própria Paz, revestida permanentemente de Amor e Trabalho. O pacificador verdadeiro tem no trabalho sua arma de confiança, para restabelecer a Harmonia, que é o maior sinônimo de Paz.

O homem laborioso nunca se sente estafado em um esticado dia de afazeres, quando tem Paz em seu coração. A alegria pura consubstancia novas energias para o seu equilíbrio e o amor retrata fielmente a serenidade da alma.

Cristo assevera a todos os Seus discípulos de boa vontade, neste anúncio esperançoso: Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou. O Mestre, mesmo subindo para a Sua casa de luz, oferta, como herança divina aos homens, a sua Paz, aquela que o mundo nunca poderia dar, e essa dádiva, Ele a fez por amor à humanidade inteira. E o Mestre adianta com sabedoria: Eu não vô-la dou como dá o mundo.  A tranquilidade que o mundo oferecia aos homens era a riqueza com o ócio, a escravização de muitas famílias em benefício de uma só, era a abundância de hábitos e vícios que levavam ao crime e à morte: eis o que se conhecia como paz na Terra. Continua o Cristo-Paz: Não se turbe o vosso coração nem se atemorize.

Dado a Ele mudar completamente o modo pelo qual se entendia o que significasse Paz, o que era serenidade de consciência, preparou um colégio de discípulos e ordenou: Ide e pregai a toda parte e a todas as criaturas a boa nova do reino. E com esse ambiente de luz, desceram falanges e mais falanges de espíritos enveredados na Paz e desenvolveram na Terra, de maneira eficiente, a lavoura, onde a produção correspondia a todos os esforços; o comércio, que se estendeu por toda a Terra, vendendo e trocando mercadorias para o equilíbrio das necessidades; a comunicação entre os povos se ampliou, trocando experiências e permutando sabedorias, entrelaçando famílias e fundindo sentimentos... A indústria desenvolveu-se de maneira espetacular em todos os sentidos e o ensino propagou-se dos grandes centros civilizados até as menores colônias de camponeses. E o Evangelho foi a linha mestra por onde passou toda essa seiva de evolução!

O amor libera a consciência do espírito e desenvolve a inteligência em todos os ramos do saber... Essa a Paz do Cristo! E o homem tem capacidade de ter mais paz sem atemorizar-se. Capacidade ainda maior de trabalho, de realizações materiais e espirituais. O terceiro milênio vai mostrar essa realidade. Que esse tipo de Paz seja com todos vós.

Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou. Não vô-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.

                                                                (Miramez, Espírito. Psicografia João Nunes Maia. Livro: Cristos)

 

Que Deus continue abençoando cada um de nós, da Casa do Caminho e de toda a humanidade para que possamos permitir a manifestação da essência de Paz que somos. Que em 2019 sejamos melhores para nós mesmos e para o mundo, encontrando serenidade para transcender os desafios e enxergando a oportunidade de evolução em cada dia reencarnado na Terra!

                Equipe de Comunicação da Casa do Caminho-PAE

 

 

 

 


This article's tags: paz Jesus Trabalho voluntário 2019

0no comments yet

Post a comment

* field is mandatory

If you are a registered user, you can login and be automatically recognized.