Go to the content
Colabore com a casa
or

 Go back to Temas Doutri...
Full screen Suggest an article

Dia Internacional da Mulher

March 8, 2018 16:55 , by Redação CDC - 0no comments yet | No one following this article yet.
Viewed 26 times

Capa dia da mulher

Dia Internacional da Mulher

 

Quem traz na pele essa marca, possui a estranha mania de ter fé na vida”

Quais são as “marcas” que condicionam os seres a que chamamos de mulher? Como versam as questões 200 a 202 de O Livro dos Espíritos, os Espíritos não tem sexo como entendem os encarnados, podem habitar o corpo de homens ou de mulheres, sua alma adapta-se à necessidade que precisa para evoluir.

Para essa tal “marca” encontramos esclarecimento em O Livro dos Espíritos  que diz que “o fator  determinante para que um espírito reencarne como homem ou mulher é a natureza das tarefas que deva desempenhar, bem como as experiências que deva vivenciar com vistas à sua evolução espiritual.”

Ainda sim, muitos atribuem significados, traços, características especiais de ser mulher... Este conjunto simbólico que muitos chamam de “alma feminina” não é inato, nem mesmo uma característica comum a todas as mulheres e até mesmo homens a possuem em maior ou menor grau. O que hoje entendemos por “ser mulher” é uma construção da cultura em que vivemos, reforçada por incontáveis experiências em existências carnais anteriores, habitando corpos femininos.

As diferenças entre homens e mulheres, sejam de ordem biológica ou psicológica, não constituem senão diferentes configurações a que todo Espírito deve experienciar, de acordo com o objetivo pelo qual reencarnou, jamais um sinal de inferioridade de um sob o outro. Deus, deu a ambos - homem e mulher - a mesma inteligência e faculdade de progredir. No contexto feminino, há incontáveis marcas de beleza, força, resistência, afeto e acolhimento… indispensáveis vivências para a evolução integral do ser.

Historicamente reprimidas pela força, silenciadas pelo poder, tendo-lhes negado o papel de liderança fora do lar (e dentro dele, dissimulada - muitas vezes - sua importância), amorosamente contidas, muitas vezes esquecidas, ignoradas, subestimadas, taxadas de impuras. Ser mulher ao longo trajetória da humanidade na Terra nunca foi uma tarefa fácil… E se hoje muitos desafios foram vencidos, a consciência da necessidade da igualdade de direitos aponta que ainda há um caminho grande a trilhar.

Hoje, mais do que uma constituição meramente sexual ou biológica, as mulheres alma, cis e trans, merecem muito mais do que flores e cartões de homenagem. Merecem respeito (em suas igualdades e diferenças), equidade de oportunidades e Amor - incondicional e libertador - a base fundamental para toda e qualquer relação com o próximo, de acordo com os ensinamentos do Cristo.

Diante disso, nossa homenagem e imenso respeito, para os Espíritos que estão - hoje - Mulher, biologicamente ou não. Àquelas cujos braços fortes e amorosos, nos erguem e acolhem. Cujos os ventres nos abrigam e preparam para as tarefas da vida. Cujos seios, fartos de Amor, nos alimentam e fortalecem. Cuja presença protetora nos guiam sempre. E cuja presença de espírito nos inspira e empodera.

Em particular, agradecemos às Mulheres cheias de força, graça e sonhos que compõem a Casa do Caminho, que trabalham alegremente para fazer da nossa Casa um verdadeiro Lar. E, estendemos ainda as felicitações às tantas guerreiras que lutam para que nós possamos viver cada vez mais dignamente.



“Com a Doutrina Espírita, a igualdade da mulher não é mais uma simples teoria especulativa; já não é uma concessão de força à fraqueza, mas direito fundado nas próprias leis da Natureza. Dando a conhecer essas leis, o Espiritismo abre a era da emancipação legal da mulher, como abre a da igualdade e da fraternidade

(...)

A lei humana, para ser justa, deve consagrar a igualdade de direitos entre o homem e a mulher; todo privilégio concedido a um ou a outro é contrário à justiça. A emancipação da mulher segue o progresso da civilização, sua escravização marcha com a barbárie.”

[O Livro dos Espíritos - Lei de Igualdade - Igualdade de Direitos do Homem e da Mulher]

 


0no comments yet

Post a comment

* field is mandatory

If you are a registered user, you can login and be automatically recognized.