Go to the content
Colabore com a casa
or

 Go back to Temas Doutri...
Full screen Suggest an article

Há muitas moradas na casa do meu Pai: a Terra, o nosso lugar

April 22, 2020 18:47 , by Redação CDC - 0no comments yet | No one following this article yet.
Viewed 164 times

              Dia mundial do planeta terra site

Há muitas moradas na casa do meu Pai: a Terra, o nosso lugar.

                                                                                            (Adilma Rodrigues)

 

Celebra-se em 22 de abril, o Dia Mundial do Planeta Terra, desde 1970.

Hoje é o dia em que homenageamos a nossa morada no Universo, o Planeta Terra.  Lugar concedido por Deus, como um presente, para a humanidade evoluir moralmente. 

Ensinou-nos Jesus Cristo: “Há varias moradas na casa do meu PAI

“Do ensino dado pelos Espíritos, resulta que muito diferentes umas das outras são as condições dos mundos, quanto ao grau de adiantamento ou de inferioridade dos seus habitantes. Entre eles há os em que estes últimos são ainda inferiores aos da Terra, física e moralmente; outros, da mesma categoria que o nosso; e outros que lhe são mais ou menos superiores a todos os respeitos. Nos mundos inferiores, a existência é toda material, reinam soberanas as paixões, sendo quase nula a vida moral. À medida que esta se desenvolve, diminui a influência da matéria, de tal maneira que, nos mundos mais adiantados, a vida é, por assim dizer, toda espiritual.” (E.S.E. ;Cap. III. Item 3)

No Evangelho segundo o Espiritismo, o Planeta Terra está classificado como um mundo de Expiações e Provas. O que não quer dizer que todos os Espíritos na Terra encarnados são enviados para expiação, alguns vieram para ajudar uns aos outros no progresso moral.  Tão pouco a Terra foi designada para ser de Provas e Expiações para sempre.

”Através da busca da espiritualização, superação das dores e construção de uma nova sociedade, a humanidade caminha para a regeneração das consciências. Emmanuel afirma que a Terra será um mundo regenerado por volta de 2057. Cabe, a cada um, longa e árdua tarefa de ascensão. Trabalho e amor ao próximo com Jesus, este é o caminho (1).

O mundo de provas e expiações chega perto do seu fim. Assim o Planeta Terra, passará a condição de mundo de regeneração. 

Deus nos ama de tal maneira que em sua perfeição nos concedeu todas as condições para que essa evolução fosse concretizada. Como PAI atencioso com seus filhos, no plano espiritual, a orbe terrestre - como todos os mundos - foram preparados com a perfeição necessária para nos acolher.  

“Não se perturbe o vosso coração. – Credes em Deus, crede também em mim. Há muitas moradas na casa de meu Pai; se assim não fosse, já eu vo-lo teria dito, pois me vou para vos preparar o lugar. – Depois que me tenha ido e que vos houver preparado o lugar, voltarei e vos retirarei para mim, a fim de que onde eu estiver, também vós aí estejais. (João, cap. XIV, v.1,2 e 3)”.

Assim como os outros mundos, conforme nos orienta João, a Terra, portanto, é um lugar preparado e designado de acordo com o nosso merecimento e para atender as nossas necessidades de viver e desenvolver o nosso potencial espiritual, superação das dores e construção de uma nova sociedade.

Esse planeta foi concebido com propriedades naturais que seriam suficientes para que desenvolvêssemos o nosso trabalho, inteligência e sabedoria e pudéssemos nos prover da nossa subsistência. Deus nos deu tudo: os quatro elementos: a água, o ar, o fogo e a terra, deixou escritas em nossas consciências, suas leis, para que sentíssemos a sua presença, e nunca a esquecêssemos, também para que cultivássemos o respeito com esse planeta. Nos deu o livre arbítrio para que fizéssemos as melhores escolhas e buscássemos avançar nos propósitos a que fomos destinados. Deu a certos homens a missão de revelar sua lei (L.E. 622). Designou mentores com a missão de nos ajudar a avançar. Para nos burilar, possibilitou um plano reencarnatório onde temos oportunidade de evolução, já que no plano espiritual não conseguimos ter a dimensão da dor e do sofrimento nas mesmas proporções de quando estamos encarnados.  Tudo que pediu foi que fizéssemos do Planeta Terra um mundo melhor. 

“A humanidade atingiu um estágio de evolução que permite a cada criatura, fazendo a devida análise, saber como direcionar a sua vida pelos caminhos ideais na existência. Existe sim, e isso é de fácil verificação que um abismo se abre entre o que sabemos daquilo que realmente praticamos (2)”.

Muitos de nós optaram por experimentar a desvalorização da vida e a ganância, dominar os recursos naturais que recebemos de graça, estabelecemos valor material em tudo, poluindo e devastando o Planeta Terra.

Declinados do nosso plano encarnatório, esquecemos que o Planeta Terra, é um lugar de crescimento espiritual, e se mais atento estivéssemos, não nos voltaríamos apenas em ver o material e designar valor material para os bens terrenos, teimando em negar o verdadeiro objetivo pelo qual fomos encaminhados para cá. Estabelecemos entre nós e a Terra uma posição de hierarquia, onde nós, Espíritos necessitados de crescimento, equivocadamente nos sentimos superiores a Natureza. 

No plano espiritual, sabíamos que aqui seria um lugar de provas e expiações, que apesar de toda riqueza material gerada por nós, e até, por conta dela e, da forma como a partilhamos entre nós, não nos tornamos plenamente felizes. Ainda estamos  relutantes em entender e praticar na Terra ações necessárias para nos incluir nas mudanças planetárias e no mundo de regeneração. Os tempos são chegados, o momento é agora. A Terra, uma das moradas de Deus, foi concebida e preparada para o propósito do amor, da regeneração e isso ocorrerá independente de muitos de nós, então despertemos para a nossa responsabilidade espiritual já que não há mais tempo para negligenciar.

A Terra é a nossa morada temporária, todavia, provavelmente voltaremos aqui para novas experiências. Dessa forma, é importante compreender que a Natureza está em nós, como nós fazemos parte da Natureza. Desde o ar que respiramos, aos componentes do nosso corpo, aos alimentos que nos permitem a vida física. Fazemos parte de um todo que vibra em conjunto – sempre interligados! Cuidemos do Planeta que nos acolheu para essa existência!

(1)Plantão de respostas Pinga Fogo. Disponível em:

http://bvespirita.com/Plantao%20de%20Respostas%20-%20Pinga%20Fogo%20II%20(Chico%20Xavier).pdf

(2) Disponível em: https://www.verdadeluz.com.br/nunca-se-esqueca-de-que-todas-vantagens-e-beneficios-andre-luiz/

 

    172. Nossas diferentes existências corpóreas se passam todas na Terra?

— Não, mas nos diferentes mundos. As deste globo não são as primeiras nem as últimas, porém as mais materiais e distantes da perfeição.

A173.  cada nova existência corpórea a alma passa de um mundo a outro, ou pode viver muitas vidas num mesmo globo?

— Pode reviver muitas vezes num mesmo globo, se não estiver bastante adiantada para passar a um mundo superior.

173- a. Podemos então reaparecer muitas vezes na Terra?

— Certamente.

173- b. Podemos voltar a ela, depois de ter vivido em outros mundos?

— Seguramente; podeis ter já vivido noutros mundos, bem como na Terra.

174. É uma necessidade reviver na Terra?

— Não. Mas se não progredistes, podeis ir para outro mundo que não seja melhor, e que pode mesmo ser pior”

(O Livro dos Espíritos/ Allan Kardec).


0no comments yet

Post a comment

* field is mandatory

If you are a registered user, you can login and be automatically recognized.